BRIGA NO PACAEMBU 1995 (São Paulo x Palmeiras): Jornal Nacional - sound2cloud.de  



BRIGA NO PACAEMBU 1995 (São Paulo x Palmeiras): Jornal Nacional



No dia 20 de agosto de 1995, o Pacaembu, um dos estádios de futebol mais tradicionais de São Paulo, foi o campo de batalha entre torcedores de Palmeiras e São Paulo, durante jogo final da extinta Supercopa de Futebol júnior. O saldo da batalha foram 101 feridos e um morto: Márcio Gasparin da Silva, um adolescente de 16 anos. Desde então, ainda que pese o fato de o poder público e a polícia tentarem coibir ações de violência, mortes ocasionadas por confrontos entre torcidas rivais ainda são casos comuns entre as histórias de violência das grandes cidades brasileiras.

Foi condenado a doze anos de prisão pelo assassinato do estudante Márcio Gasparin da Silva, de 16 anos, Adalberto Benedito dos Santos, de 23 anos. Em agosto de 1995, durante uma briga entre as torcidas do São Paulo e do Palmeiras, Márcio, são-paulino, foi espancado até a morte por um grupo de palmeirenses. As imagens do crime foram gravadas por várias equipes de televisão. O único agressor identificado foi Santos.

MANCHA VERDE, INDEPENDENTE, PALMEIRAS, SÃO PAULO, PACAEMBU, 1995, TORCIDAS ORGANIZADAS, BRIGA, PANCADARIA, MANCHA VERDE, INDEPENDENTE

Quelle: Youtube: zum Video.



Quelle: YouTube

BRIGA NO PACAEMBU 1995 (São Paulo x Palmeiras): Jornal Nacional

Suchbegriffe für BRIGA NO PACAEMBU 1995 (São Paulo x Palmeiras): Jornal Nacional

No dia 20 de agosto de 1995, o Pacaembu, um dos estádios de futebol mais tradicionais de São Paulo, foi o campo de batalha entre torcedores de Palmeiras e São Paulo, durante jogo final da extinta Supercopa de Futebol júnior. O saldo da batalha foram 101 feridos e um morto: Márcio Gasparin da Silva, um adolescente de 16 anos. Desde então, ainda que pese o fato de o poder público e a polícia tentarem coibir ações de violência, mortes ocasionadas por confrontos entre torcidas rivais ainda são casos comuns entre as histórias de violência das grandes cidades brasileiras. Foi condenado a doze anos de prisão pelo assassinato do estudante Márcio Gasparin da Silva, de 16 anos, Adalberto Benedito dos Santos, de 23 anos. Em agosto de 1995, durante uma briga entre as torcidas do São Paulo e do Palmeiras, Márcio, são-paulino, foi espancado até a morte por um grupo de palmeirenses. As imagens do crime foram gravadas por várias equipes de televisão. O único agressor identificado foi Santos. MANCHA VERDE, INDEPENDENTE, PALMEIRAS, SÃO PAULO, PACAEMBU, 1995, TORCIDAS ORGANIZADAS, BRIGA, PANCADARIA, MANCHA VERDE, INDEPENDENTE